Agricultura digital: tendências a curto, médio e longo prazo

A agricultura digital evolui constantemente e de forma rápida. Para os próximos anos, algumas tendências já podem ser observadas, mesmo a curto prazo, para o desenvolvimento de tecnologias e processos. Neste texto, vamos tratar de algumas dessas tendências.

Gestão digital da propriedade

A cada dia, temos novas tecnologias surgindo no meio rural. A curto prazo, o acompanhamento digital da propriedade é um imperativo para qualquer produtor que deseja se manter competitivo hoje em dia. O investimento em softwares de gestão digital, como o App Geodata, é um ponto crucial para alavancar a produtividade, otimizar processos e reconhecer problemas de diversas ordens na propriedade, como infestações de pragas ou índice vegetativo.

Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs): Drones

A cada dia, temos novas tecnologias surgindo no meio rural. A curto prazo, o acompanhamento digital da propriedade é um imperativo para qualquer produtor que deseja se manter competitivo hoje em dia. O investimento em softwares de gestão digital, como o App Geodata, é um ponto crucial para alavancar a produtividade, otimizar processos e reconhecer problemas de diversas ordens na propriedade, como infestações de pragas ou índice vegetativo.

Integração máquina X internet (IoT)

A mecanização da lavoura é uma das ambições dos produtores. O objetivo, cada vez mais buscado, é diminuir ao máximo a interação direta entre humanos e a produção, para otimizá-la, reduzir custos e diminuir as falhas humanas.

A agricultura digital já oferece a integração entre máquinas e a internet, possibilitada pelo desenvolvimento da Internet das Coisas (IoT, ou Internet of Things), e a tendência é que tratores e outros maquinários estejam cada vez mais conectados com o avanço dessa tecnologia e o espraiamento dela a agricultores, do pequeno ao grande. Desse modo, as máquinas poderão ser controladas remotamente, por meio de GPS.

Isso tende a diminuir significativamente os custos com mão-de-obra, além de tornar a aplicação mais precisa: fertilizantes, defensivos e outros insumos tendem a ser aplicados em quantidades mais condizentes e em locais corretos (as máquinas podem ser programadas para aplicar os insumos).

A Geodata acompanha essas mudanças de perto para oferecer a você, produtor, o melhor em termos de tecnologias para agricultura. Continue acompanhando as novidades no nosso blog!

Inscreva-se em nossa newsletter

Inscreva-se e entenda mais sobre Agricultura de Precisão e como ela vai prosperar o seu negócio.

Scroll Up